Red/A minha curta-metragem escrita

Cenário: Uma paisagem toda branca, como se fosse recortada em papel. .

Personagem: Uma mulher vestida de branco (Eva)

Cena: A mulher caminha devagar pelo cenário, deixando a palma da mão bater docemente nos arbustos olhando a paisagem, como uma criança na descoberta do mundo. Tudo é branco, toda a cena parece passar em câmara lenta, focando nos pormenores, as borboletas que voam de flor em flor, os pássaros lá no céu, o rosto inocente dela. Sempre caminhando, até chegar à macieira com a maçã vermelha, ela com um olhar de curiosidade, aproxima-se e por breve momentos ínsita toca-lhe, lambe os lábios e toca-lhe com uma caricia, tudo parece ser eterno e tudo passa para um segundo brusco, aperta-a forte e colhe-a, dando-lhe uma dentada, sente o doce na boca e grita deixando cair a maça. Seu corpo sente prazer e num bailado de movimentos sensuais e ternos, como se câmara a despisse, em câmara lenta, a profundidade da sua alma se liberta. Ela grita, deixando cair pelas pernas umas cuecas vermelhas, caindo sobre o branco manchado de vermelho


Fim: A câmara foca o corpo cansado e se afasta até o vermelho se espalhar pelo branco

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Entre a terra e o céu

A princesa e o criado